Selecionados

Identidade visual 32ª Bienal de São Paulo - Incerteza Viva

Para a identidade do evento com a ideia de "incerteza viva", a linguagem visual foi pensada como uma entidade dinâmica e viva, com a qual não devemos apenas conviver, mas nos relacionar. Foram utilizados sinais geométricos desenhados à mão, uma família tipográfica não convencional (Knockout) e um trio de cores primárias. A identidade é menos sistemática e mais figurativa, ecoando questões como perigo, medo, atenção, bioma, extinção, vida e morte. Resultou em layouts bastante concisos, de leitura rápida e desmistificada.

Ficha Técnica

Autoria
Design Bienal
Cliente
Fundação Bienal de São Paulo
Ano
2015
Equipe
Design: Adriano Campos, Aninha de Carvalho, Roman Iar Atamanczuk